quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Aldrabice em cima de aldrabices

“Há muitas décadas que leio relatórios da OCDE sobre Educação e eu nunca vi uma avaliação sobre um período da nossa democracia com tantos elogios", disse o primeiro-ministro numa reunião de apoio à ministra da Educação, em 26.1.2009, onde lhe teceu rasgados elogios, já no pretérito...

Hoje no Parlamento, interpelado e sem reconhecer o que dissera há dois dias, em público, numa facilidade de justificação impressionante e que lembra outros personagens da vida airada, disse assim:

"Eu nunca disse que o relatório é da OCDE".

É de estofo.
Quanto à ministra propriamente dita e sua equipa, palavras para quê? São artistas da educação, colada com cuspo e vinda do ISCTE. Ver aqui, a prova da aldrabice

9 comentários:

Tino disse...

E olhem a aldrabona da ministra:

http://arrastao.org/ficheiros/agenda2.jpg

josé disse...

Obrigado pela informação. Já fiz o update. Isto é demais.

Não me lembro de nenhum governo assim, Qual Santana, qual carapuça!

Anónimo disse...

É pena Portugal não ter presidente. Se tivesse poderia fazer de imediato um belo e merecido funeral de estado. Estamos de rastos.

Anónimo disse...

Isto é o que ele faz publicamente. Imagine-se o resto.

lusitânea disse...

Para este governo o importante é continuar a africanização.O que vai permitir governos á "Mobutu"...

Tino disse...

José

O Cerejo retoma hoje no Público o Caso do irmão do Pedroso P. que era prof. em exclusividade na FDUC, mas foi (malogradamente) produzir doutrina em Direito Educativo para o ME.

O Vital ou não viu a ilegalidade ou mais uma vez foi assobiar para os claustros.

Susete Evaristo disse...

Eu assisti via Tv, às declarações do 1º ministro todo sorrisos, sobre o pretenso "relatório da OCDE" e depois a negação do facto em pleno Parlamento.
Uma vergonha! Como é possivel que de dia 26 ao dia 28 se tenha esquecido das suas próprias palavras?
A verdade é que até para ser ser mentiroso é preciso ter memória.
Mas lá diz o ditado:
Mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo!

Ritinha disse...

Mais engraçado ainda foi ouvi-lo, depois de apanhado na aldrabice, ainda insistir, contumaz: "mas o relatório foi assinado por uma pessoa da OCDE!!!".

Rangel foi demasiado brando quando lhe disse que essa pessoa "apenas assinou o prefácio"

Das divergências e convergências disse...

Pois, quem acompanha estas coisas topa estas mentiras. O propósito é para a generalidade da população, transmitir uma ideia, resulta.
É o Governo que escolheram!
:p
Alguém votou, não?
:p