quarta-feira, 21 de março de 2012

Isto é incrível!

DN:

O Ministério Público já recebeu uma nova queixa sobre a licenciatura de José Sócrates e começa a analisá-la amanhã. Segundo a TVI, o processo poderá ser reaberto.

Cândida Almeida, directora do DCIAP, confirmou à TVI a recepção da queixa e adiantou que esta começa a ser analisada amanhã, com o objectivo de decidir a reabertura ou não o processo licenciatura do ex-primeiro-ministro, arquivado em 2010.

A queixa-crime que agora deu entrada no Ministério Público foi apresentada por Alexandre Lafayette, advogado do ex-vice-reitor da Universidade Independente, Rui Verde. "Deste dossier do 'aluno' resulta, com inusitada clareza, que José Sócrates não realizou as cadeiras plasmadas no famigerado certificado de habilitações literárias", lê-se na queixa, citada pela TVI.

O advogado denuncia nesta queixa um crime de burla, além dos crimes de falsificação de documentos e favorecimento pessoal, pelo facto de Sócrates ter usado o certificado da licenciatura para subir na carreira na Câmara da Covilhã.

Isto é espantoso! Rui Verde, que sabe muito bem o que se passou ( e poderia ter esclarecido na época) tem documentos que provam uma fraude: José Sócrates nem a licenciatura terá...

Fónix! Isto vai mais longe do que supunha... e não deixa de ser espantoso como o DCIAP de Cândida de Almeida geriu esta coisa. Incrível! Link

Ver o trabalho de Carlos Enes, na TVI.

6 comentários:

hajapachorra disse...

Ainda estará em Paris? Há anos que o digo, vai acabar mal, mas mesmo muito mal. E merece. Devia ser obrigado a tirar uma licenciatura, daquelas com praxes de empalamento e muita merda.

Colmeal disse...

Aqui vai mais uma (via doportugalprofundo), será que os documentos são verdadeiros ?

Extractos de escutas a Vara e Sócrates

zazie disse...

Desde que o CM publicou as escutas que não tinha dúvidas que era assim- não fez corno.

As cadeiras ficaram "plasmadas" e ele ainda vai ficar mais.

zazie disse...

E isto de ir para Paris tirar o tal doc é mais uma fuga para frente.

Ele sabe que fez falcatrua. Mas, quanto mais graus superiores acrescentar à falsa licenciatura, mais esta se torna secundária.

E isto tudo porque teve azar e não lhe deram o doutoramento honoris causa.

josé disse...

Monsieur Descoings vai ficar de olho em bico quando isto souber e não puder dizer que não sabe. Porque na denúncia apresentada, uma das diligências é precisamente a de ouvir Descoings...

Carlos disse...

Ainda bem que temos alguns directores de jornais do tipo "chuto na bola" (aqui muito citado) e que praticam um jornalismo "do para quem é bacalhau basta".
É que, apesar de tudo, com tantos chutos na bola lá vão metendo alguns golos e assim alimentam todos estes "paineleiros" dos comentários só no fim do jogo.

Na minha terra definem estes "iluminados", devidamente enquadrados no espírito da lei, como: "gostam muito de fazer sexo, mas com o instrumento sexual dos outros"