quinta-feira, 22 de março de 2012

O método rui pereira...

Sapo:

O suspeito do assassinato de quatro pessoas numa escola judaica em Toulouse saltou hoje de uma janela do apartamento onde esteve barricado durante 32 horas após confrontos com a polícia. Três agentes ficaram feridos.

Atirar a matar é o método dos incompetentes. De manhã, no rádio, comentava-se que a polícia francesa tinha realizado explosões ruidosas no local...para o assustar. Os franceses ainda estão piores que nós.

8 comentários:

lusitânea disse...

Se o quisessem apanhar vivo era utilizar gás.Mas abater o bicho foi melhor.Sempre tem direito a reclamar as 72 virgens...

P. disse...

É a opção mais económica.

Carlos disse...

O método sócrates:

Viram ontem nos telejornais, o trabalho politico do nosso pm, tendo as criancinhas como cenário? não!...não metia magalhães, afinal de contas estamos em austeridade!

"...esta tem muita oposição. É preciso saber trabalhar com a oposição" ou, "...ai sou eu que vou neste avião? mas vou em turística, claro!" ...ena pá! os putos desatarm todos a rir com o humor de coelho.

Cada vez mais iguais. Para quando o ínicio, aqui, das crónicas do novo inenarrável? sempre no cumprimento rigoroso da lei, obviamente. E, se possível - a bem da Nação.

josé disse...

"Para quando o ínicio, aqui, das crónicas do novo inenarrável?"

Logo que merecer...

Mani Pulite disse...

Os terroristas assassinos de crianças abatem-se.Ponto final.

Streetwarrior disse...

Sem querer entrar em teorias da conspiração, parece-me que algo nesta história estará mal contado.
E terá a ver com a re-eleição de Sarkosy...acho esta história um pouco recambolesca.
O pararem a eleição e depois aquela press-conference de Sarkosy acerca do terrorismo via Internet...é que nos EUA estão em curso medidas para " apertar " as redes sociais, em França, o Sarkosy pretendia o mesmo com a desculpa da " pirataria "...isto provavelmente terá algo a ver com as redes sociais e uma nova forma de controlo á Internet.
Atenção...não estou a dizer que isto não aconteceu, apenas me parece algo recambolesco a forma como aconteceu, o descobriram, mataram e futuras medidas de prevenção a estes casos.
Hoje em dia, o terrorismo serve de desculpa para tudo.

zazie disse...

Olhe, o Birgolino achou o mesmo que o José.

Mas nem vale a pena- os grunhos gostam de sangue o nosso povinho também é muito grunho.

Já quando foi dos brasieliros acho que aqui na blogo só 4 pessoas se entenderam fora da corrente

eheheh

O José, o João Miranda, o outro bacano do Insurgente e eu.

De resto, até os pacifistas xuxas estavam com a bravura do Rui Pereira mailos seus atiradores furtivos.

A Mim Me Parece disse...

Ainda não entendi se o bacano saltou pela anela e levou um tiro na mona ou se levou um tiro nos cornos e depois, tal/qual o nosso Miguel, defenestraram o cadáver. Aliás em 1640 já estávamos a "plagiar" o que uns cómicos tinham feito ali pelo centro da Europa umas poucas dezenas de anos antes.

Enguias à Isabel dos Santos