segunda-feira, 19 de março de 2012

Mais além com...José Gomes Ferreira



Ou a razão pela qual uma Ana Lourenço nunca será uma jornalista de grande valor.

9 comentários:

Carlos disse...

A isto, se chama falar claro.

Vejo normalmente o programa deste jornalista (Negócios da Semana)e dou por bem empregue o dinheiro que pago pela " TVcabo".

Estejamos todos atentos, para a vingança dos vilões visados.

Mani Pulite disse...

Aqui perdeu o Álvaro uma grande ocasião para mostrar que tem valores, princípios e tomates e que defende os Portugueses da Máfia.A maior desilusão do Governo mostrou que não tem nada disso.Nem defender um Secretário de Estado honesto é capaz de fazer.Só serve para dar cobertura a Secretários de Estado que o não são.

António Bettencourt disse...

Este também é lindo:

http://publication.prod.wcm.impresa.pt:8080/sicnot/pais/article1384793.ece

Zé Luís disse...

José Gomes Ferreira ajuda-me a perceber os meandros da Economia e a "ler" e "entender" tudo o que gira à volta dos negócios, dos interesses e do Estado.

Aliás, a generalidade dos jornalistas da área da Economia mostram que sabem alguma coisa do assunto.

Tudo o resto não sabe nada e é uma tristeza nas mais variadas áreas onde cada um parace saber menos do que outro antes dele e outro depois dele. A começar pelos pategos dos pivots e quase todos os comentadores encartados.

Karocha disse...

O José Gomes Ferreira, não tem papas na língua e explica tudo muito bem.

rita disse...

Eu não perco os seus programas. É um Senhor.
A esperança dele tb era a minha mas já a perdi!
Acho que tenho de convencer-me de que Portugal nunca deixará de ser um quintalzito onde todos se conhecem e se "ajudam", comprando/pagando favores.
Fartinha disto tudo!

Karocha disse...

Rita
Portugal sempre foi o quintal dos bifes!!!

Karocha disse...

E digo-lhe mais Rita, foi ao balbino comentar, está cheia de sorte em não ter sido insultada!

rita disse...

Não duvido Karocha... já sou velhota :-) e sempre achei isso...

Agora que o diz fui espreitar... mas tb se me insultassem era para "o lado que eu...."
Não sou capaz de deixar de dizer o que penso... tenho esse defeito...mas fiquei avisada, Karocha, Obrigada :-)