quarta-feira, 14 de março de 2012

Um político profissional

Um indivíduo que se profissionalizou na actividade política. No seu partido não é caso único. Nada mais sabem fazer e nada mais querem fazer. Política pela política. Este já foi falado para líder o seu partido e já se fala para vir a ser candidato a P.R.
É este o nível a que o país chegou. E, neste caso, até nem é dos piores.

"Cada vez me sinto menos advogado e cada vez me sinto mais político e, sobretudo nos últimos tempos, tenho vontade de pôr um cartão de visita a dizer político. Tem-se dito tal coisa sobre a política e os políticos que tenho vontade de dizer sou político, gosto de ser político e quero continuar a ser político, que é uma forma honrada e digna de viver com a comunidade e cumprir o nosso dever em relação à comunidade", declarou, recebendo uma prolongada salva de palmas." António Costa.

8 comentários:

Anónimo disse...

E apesar do não nativo goês e maçom fazer parte da canalha que endividou Portugal como nunca esteve endividado desde 1828,de ter a maior emigração nativa de sempre,a mais baixa natalidade indigena de sempre,e o maior nivel de desemprego, ainda tem a lata de falar em honra e dignidade.

Ele tambem sabe que está a falar para os macacos...

Os macacos que ainda acreditam num sistema onde cada um vale um voto independentemente do seu valor intelectual,moral ou racial.

Os macacos que ainda acreditam quem quem levou Portugal ao fundo com milhares de milhões a jorrar da ue seja agora capaz de dar a volta a isto mas ao invés dos milhares de milhoes a jorrar,há divida de milhares de milhões para pagar...

Os macacos que ainda acreditam que alguma vez os politicos e os partidos vão lutar contra a corrupção,quando são eles proprios os corruptos...

Os macacos que ainda não perceberam que se os ladrões(politicos democraticos) defendem a democracia,e se a vitima(cidadão) do roubo,ambos defendem a democracia,é porque há alguem a fazer de otario,porque quando o ladrão e a vitima ambos defendem o mesmo tipo de regime,é porque alguem anda a faser de corno manso.

Escusado será dizer quem...

Mas os macacos ainda não perceberam que é impossivel resolver o probelema democraticamente porque o probelema é precisamente a democracia.

E por isso,o circo continua...

Carlos disse...

O "clima" é propício a este tipo de comentários. A fórmula e o processo é bem conhecido na história e sempre, de má memória.

No entanto e sobre o "post": "...forma honrada e digna"!!!??? dito assim, por quem sempre fez parte da pandilha de malfeitores deste país, francamente!...
Se este povo não fosse tão passivo, e a comunicação social tão subserviente, este fulano, já teria a classificação de "politico tóxico" (para usar um termo na moda).

lusitânea disse...

Este grande "interpretador" da vontade popular que se ateva a referendar a Lei da Nacionalidade e a "distribuição de passaportes" numa de obrigar os indígenas a dar a outra face...e inundando isto de primos que agora sustentamos...
Em Portugal acima de tudo temos que nos livrar dos traidores!

josé disse...

Os comentários de extrema-direita tem a vantagem de nos lembrar que o equilíbrio de forças numa sociedade nunca deve pender totalmente apenas para um lado...

lusitânea disse...

O gajo foi internacionalista-comunista mas infelizmente não marchou para Angola fazer a revolução como a sua "prima" lá fuzilada.Preferiu afundar-nos a nós...

lusitânea disse...

Se a estrema direita fosse "legal" constitucionalmente não se estava na falência nem no abandalhamento da NAÇÃO.Assim temos um lindo paraíso socialista de várias cores aliás ao arrepio da Europa onde o que aqui se chama de "extrema direita" governa...
Tudo em nome do internacionalismo-maçónico-humanista-advogado!

josé disse...

Nesta miséria ideológica que nos governa até eu passo por ser de extrema-direita...

Anónimo disse...

"Os comentários de extrema-direita tem a vantagem de nos lembrar que o equilíbrio de forças numa sociedade nunca deve pender totalmente apenas para um lado..."

Caro josé eu não sou de extrema direita,sou adepto de terceira posição,nem á direita nem á esquerda.

O que há numa democracia não é equilibrio de forças coisa nenhuma,é a força do colectivo nacional divido em partidos,pois enquanto o povo tiver dividido uns contra os outros não está unido contra o sistema.

A democracia é uma fraude,a democracia é dividir para reinar,para enquanto andam todos ás turras,os de "cima" ficam a rir se das figurinhas da macacada.

O josé parece me demasiado inteligente para defender um sistema onde o seu voto vale tanto como o do emplastro.

Sendo os burros a maioria,e isso é senso comum e factualmente verificavel,só intressa dar o poder de decisão aos burros a quem os quer e só a eles consegue enganar:Os corruptos.

Para ver a quem serve a democracia é ver quem a defende.

Se todos os corruptos defendem a democracia porque será?

Talvez porque numa democracia onde cada um vale um voto,serão sempre os burros a decidir,será sempre a imposição dos burros sobre os inteligentes,e por isso mesmo que os corruptos não consigam enganar os inteligentes estes provocam pouca mossa,porque serão sempre a minoria,logo uma pequena percentagem em votos.

Quem discordar do que eu digo é favor de refutar com argumentação válida.

Comé qué?