quinta-feira, 19 de maio de 2011

A diferença

[Strauss-Khan]"Obviamente não está em posição de dirigir o FMI"- Timothy Geithner, Secretário do Tesouto norte-americano.


Se fosse por cá, para além das cabalas e da interferência descarada no sistema de Justiça, com alusões abertas e despudoradas à falta de isenção dos seus magistrados e às "campanhas negras" contra eles, culminando na revisão das leis penais, ainda haveria quem proclamasse o suspeito como "futuro primeiro-ministro de Portugal", como o fez uma aluada que anda por aí a escrever aleivosias a esmo.

Há uma diferença cultural de relevo que contrasta com a excessiva punição de actos que por cá são corriqueiros e desvalorizados. Veja-se o caso do psiquiatra absolvido...

6 comentários:

zazie disse...

a aluada é maluquinha

ehehehe

Mas é mesmo caso de extremos que não se recomendam.
Na igualdade perante a lei e rapidez de actuação, sim. São excelentes. A partir daí, são como os islâmicos. Um exagero e barbaridade com demasiada hipocrisia.

Wegie disse...

Zazie,

Quem é a aluada?

zazie disse...

ahahahaha

Quem havia de ser. A histérica. Dá para perceber assim?
A que até foi para os jornais dizer que era uma urdidura e ainda se aproveitou de um artigo de jornal saído em França para atirar poeira e desviar para o Portas.

Wegie disse...

I'm sorry.
Não li e continuo na mesma. Só vi a poiada do Pitta.

zazie disse...

ahahaha

É facílimo. Vai ao Google e escreve: Paulo Pedroso urdidura.

Wegie disse...

A Ana Gomes?Mas essa tresloucada diz que jantou com o DSK e não gostou. Não explica se dele ou do jantar nem porquê.

A parte do Casa Pia escapa-me pq não acompanhei bem esse assunto. Demasiado nojento para mim.