domingo, 15 de maio de 2011

DS-K, finito

Correio da Manhã:

O responsável máximo do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, foi ontem detido em Nova Iorque, acusado de abusos sexuais.

Strauss-Kahn foi detido no aeroporto JFK pouco antes da partida do voo da Air France com destino a Paris.

A agressão sexual terá ocorrido na tarde de ontem, num dos quartos do hotel Sofitel, quando uma das empregadas de limpeza entrou no quarto onde estava Strauss--Kahn. O director do FMI terá saído completamente nu da casa de banho, agarrou a mulher, deitou-a na cama e obrigou -a a praticar sexo oral, tendo-a sodomizado de seguida. O responsável do FMI abandonou depois o hotel em direcção ao aeroporto JFK.

Já em 2008, Strauss-Kahn casado com uma repórter de televisão, viu-se envolvido num escândalo sexual com uma funcionária do FMI.

Acabaram aqui as veleidades para suceder a Sarkozy. Se fosse por cá, os vários "sombras" teriam ocultado a coisa. Seria outra cabala...

PS. Entretanto, prepara-se já a história da "cabala"...e estou certo que nem o próprio Mário S. se escusará a comentar o assunto, já que foi tão lesto a dizer que sendo o FMI dirigido por um socialista a organização só podia ser coisa de bem.

Em acrescento, os factos tais como relatados pelo jornal New York Times:

In the New York case, Mr. Browne said that it was about 1 p.m. on Saturday when the maid, a 32-year-old woman, entered Mr. Strauss-Kahn’s suite — Room 2806 — believing it was unoccupied. Mr. Browne said that the suite, which cost $3,000 a night, had a foyer, a conference room, a living room and a bedroom, and that Mr. Strauss-Khan had checked in on Friday.

As she was in the foyer, “he came out of the bathroom, fully naked, and attempted to sexually assault her,” Mr. Browne said, adding, “He grabs her, according to her account, and pulls her into the bedroom and onto the bed.” He locked the door to the suite, Mr. Browne said.

“She fights him off, and he then drags her down the hallway to the bathroom, where he sexually assaults her a second time,” Mr. Browne added.

At some point during the assault, the woman broke free, Mr. Browne said, and “she fled, reported it to other hotel personnel, who called 911.” He added, “When the police arrived, he was not there.” Mr. Browne said Mr. Strauss-Kahn appeared to have left in a hurry. In the room, investigators found his cellphone, which he had left behind, and one law enforcement official said that the investigation uncovered forensic evidence that would contain DNA.

Mr. Browne added, “We learned that he was on an Air France plane,” and the plane was held at the gate, where Mr. Strauss-Kahn was taken into custody. Later Saturday night, Mr. Browne said Mr. Strauss-Kahn was in a police holding cell.

Mr. Browne said the city’s Emergency Medical Service took the maid to Roosevelt Hospital for what Mr. Browne described as treatment for “minor injuries.”

Comentário: $ 3000,00 por uma suite de hotel está ao mesmo nível do nosso primeiro-ministro . Ou não fossem ambos socialistas de boa cepa, a que dá uvas de vinho fino.

20 comentários:

Xico disse...

Sair completamente nu da casa de banho é algo absolutamente intolerável. Tch, tch, tch. Quanto aos restantes pormenores parecem-me uma história mal contada. Mas mesmo muito mal contada. Mas quem é que raio escreve estes scripts?

josé disse...

Pois é... a tal cabala já está em marcha acelerada.

A empregada se calhar estava a mentir, como diria o Sombra.

O azar é que o sistema de justiça americano não se deixa levar por estas sombras. Deixa por outras, mas estas não.

Jorge disse...

Neste caso já não há as reservas que suscitou o Acordão da Relação do Porto???Os senhores juristas conseguém sempre surpreender...

Xico disse...

O senhor saiu completamente nu da casa de banho, viu a empregada (de um hotel luxuoso, concerteza treinada para lidar com situações mais complicadas) a dar ao rabo fazendo-lhe a cama, o homem vai, tira a navalha do bolso e ataca-a (espera ele estava nu?). É preciso inventar uma cabala para uma história tão absurda? Num hotel luxuoso habituado a coisas do género, para um hóspede importante, correr a fazer a denúncia à polícia, que corre ao aeroporto a arrancá-lo do avião?
Eu, que não sou socialista, não preciso de cabalas para perceber que o assunto cheira mal.

zazie disse...

É, agora vem a cabalinha...

Só faltam os ETs.

zazie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zazie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zazie disse...

Este Jorge é mongo. O idiota nem percebe que um acórdão da relação acontece depois de haver uma prisão, a que se segue um julgamento e que depois pode ter recurso.

Ignorante- o psiquiatra também foi logo preso. Não aqui reservas de nada, palerma.

E o José, mesmo em relação ao acórdão, o que disse é que lhe queria parecer que o julgamento básico, o de primeira instância, com base na investigação do MP e na policial, lhe parecia o mais acertado.

Ora a Relação não tem nada a ver com isto. Aí estão os Magníficos e Magnísficas que nem falam em prosa- exprimem-se em poesia e citam filósofos para nada.

E a ignorância do Jorge espelha a ignorância jornalística.

Eu também fui atrás disso porque até a Helena Matos disse o mesmo- era tudo coisa de juízes e nem viu que havia recurso e aquilo era decisão do recurso, ao qual o MP reagiu e recorreu.

Jorge disse...

Deu-lhe novamente a louca!E ainda não começou a mostrar o seu domínio do português vernáculo!
Não se +odem parar os antipsicóticos de repente...

Wegie disse...

Mais outra à canzana. Afinal a terapeutica suiça é mais popular e internacional do que se julgava...

zazie disse...

É... mais outra.

Mas este Jorge é mais outro mongo que já chateia.

Como é que existe tanto retardado mental à solta?

Wegie disse...

Ele coitado fartou-se de aturar a sopeira da Barbot. Então ali mesmo foi um acto de amor à ganância (como diziam antigamente os vendedores de revistas pornográficas nos comboios).

zazie disse...

Esta gente vive frente ao televisor e anda a toque de caixa mediática.

E depois têm o porco vício de virem para os blogues, tentarem arrumar as pessoas em cacifos do Bem e do Mal e a seguir fazem processos de intenção.

É um vício desgraçado estes dos polícias de giro que passam a vida a atirar com suspeições para cima dos outros apenas por serem demasiado estúpidos e incapazes de entenderem o que se escreve.

zazie disse...

" amor à ganância"
ehehe

Esta treta do poder deve ter qualquer efeito de compensação na andropausa.

zazie disse...

Já dizia o Céline, como o Napoleão era capaz de interromper um combate para ir às putas.

Wegie disse...

Zazie,

Tem calma e vamos ao que interessa: O PS e o PSD já aproveitaram o balanço da coisa e puseram a medida do acordo que prevê o fim de municipios no lixo. Outras rejeições se vão seguir. A grande conclusão disto é que ninguém vai cumprir nada e daqui a uns meses o país está falido.

zazie disse...

Podes crer. Também acho isso. Ninguém vai cumprir nada e depois os agiotas sobem a parada e no fim vendem tudo aos espanhóis.

Cá para mim é isso que vai acontecer. A cena da EDP mais gás ibérico, mais CP e RTP ou bancos é nisso que se traduz.

Mal entrar o dinheiro, é certo e sabido que politicamente não vão tocar nas clientelas e depois, em lhes apartando o pagamento da dívida, vendem aos espanhóis tudo.

zazie disse...

Por isso é que eu gozei com v.s quando perguntavam porque é que o FMI não impedia o TGV.

Está visto que eles não vêm governar nem impedir imbecilidades governamentais. Vêm ao arresto do que existe.

E a cena com a EDP e energias renováveis é a mesma treta.

Não vêm impedir as PPPs e a chulice dos contratos com as renováveis que são indicação da UE.

Vêm fazer entrar dinheiro nos cofres do Estado, com a venda da EDP, o aumento de IVA na electricidade e mais dinheiro nos cofres do Estado, cagando-se nas renováveis.

Porque em entrando nos cofres do Estado, parte já é juro de dívida que levam.

E tanto lhes faz que com isso haja passagem para espanhóis ou turcos que rondem os saldos, o que lhes importa são os "mercados".

Wegie disse...

Krugman:

So devaluation is what you do when default isn’t enough.But I can easily see how events could lead to a situation in which euro exit becomes the least bad option.

Wegie disse...

Se as agressões sobre os salários e os direitos de quem trabalha e a sementeira de miséria que o FMI vem desenvolvendo em todo o mundo desde a sua criação fossem finalmente criminalizadas, também as empregadas de hotel estariam mais seguras. Este é um crime que seria evitável, mas habituaram-se a fazer tudo à bruta. Nada escapa à sua brutalidade. Agora, nem os pentelhos temos a salvo.

It´s a Mad, Mad magazine