sábado, 14 de maio de 2011

Lacão, lacaio da aldrabice


Jorge Lacão como só ele sabe ser:

O ministro com a tutela da comunicação social afirmou hoje que ao admitir uma privatização da RTP o secretário de Estado do Tesouro está a expressar "uma posição pessoal" que não corresponde à visão do Governo nem do PS.(...)

Já Lacão preferiu insistir que o PS não está disponível para uma alteração da Constituição que permitiria uma privatização de qualquer parte da RTP ou da agência noticiosa do Estado, a Lusa, uma vez que está "empenhado na garantia de condições de total independência desses serviços de comunicação social".

O pobre do Secretário de Estado já deve ter levado tanto naquelas orelhas que tão cedo não fala no assunto...mas se o PSD ganhar, voltará a insistir no assunto e nessa altura, Lacão virá dizer que sim senhor, se impõe uma privatização porque sim e porque sim e porque patati patata. Somos todos pataratas, é o que é.

3 comentários:

Floribundus disse...

como alentejano gosto muito de lacão ou pernil de porco.
presunto é só para gente fina.

a descida aos infernos não se faz só pelo lago Averno.

quem socialismo
vão ter miséria

Mani Pulite disse...

A PUTA MAIS CARA DO MERCADO. CUSTA-NOS 1 MILHÃO DE EUROS POR DIA.

Wegie disse...

Lacão tem um grande dilema na existência: Usa uma almofada no banco do seu automóvel. Se ela for grossa não ele chega aos pedais, se for fina ele não consegue ter visão para conduzir. Portanto tem uma almofada especial que lhe garante um equilibrio precário.

A viagem da Apolo 11 nos media