quinta-feira, 19 de maio de 2011

O azar de uns é a sorte de outros

Económico:

A cadeia de televisão norte-americana sugere Durão Barroso para a presidência do FMI após a demissão de Dominique Strauss-Khan.
O presidente da Comissão Europeia, o português Durão Barroso, é um dos nomes apontados pela CNN como provável sucessor de Strauss-Khan no cargo de director-geral do FMI, avança a TSF.


5 comentários:

zazie disse...

ahahaha

AF disse...

wtf... :O

lusitânea disse...

Não me digam que o "Burroso" ainda acaba presidente da China...

Wegie disse...

Está conforme. Para continuar a obra do DSK.

cf.http://gsorman.typepad.com/guy_sorman/2011/05/le-fmi-cette-grenouille.html

joserui disse...

Se acabar presidente da China, é um verdadeiro círculo que se fecha. Está correcto. -- JRF

o GRAsnar de António Costa