terça-feira, 24 de maio de 2011

A Mentira continuada

Mentir. Aldrabar. Encenar. É este o guião do poder socialista para não perder de modo retumbante as eleições. A receita vem de 2009, em que José S. contou com apoios inesperados de certas figuras do Estado. Esconder é a missão patriótica que algumas pessoas tomaram como destino.

Não obstante a mentira e a encenação televisiva e mediática há coisas que se vão sabendo ( de entre muitas que certamente se virão a saber e justificarão um inquérito criminal alargado e que estou certo a opinião pública reclamará):


Expresso:

Pedro Passos Coelho já não está rouco. Arrancou o dia em Portalegre e lançou o 2º caso das "ocultações" socialistas: "Um relatório da UTAO (Unidade Técnica que controla a execução orçamental do Estado) conhecido ontem, revela que, nos primeiros três meses deste ano, o Estado deixou por contabilizar despesas de 200 milhões de euros, devidas a prestações de serviços que não foram pagas".

Sem comentários:

A viagem da Apolo 11 nos media