sábado, 14 de maio de 2011

Pregar aos convertidos

Uma sondagem de hoje, no Público- um jornal cada vez mais idiossincrático no jacobinismo, hoje até escreve sobre "gays" nas forças armadas- avança que o PS pode vir a ter mais de 36% nas eleições, ficando à frente do PSD.

Como se explica este fenómeno? Confesso que fico abismado. Ontem na tv, um comentador encartado em estudos de opinião, dizia que o problema reside da incapacidade de o PSD mostrar que tem programa de governo aceitável e melhor que outros. Discordo. O PS não tem programa melhor do que já teve e nos conduziu até este buraco de uma bancarrota que se adia com empréstimos quase ao dia.

Numa entrevista ao Expresso ainda nem sequer há um mês, Medina Carreira dizia que " O país não entenderá nada do que se está a passar se não perceber porque é que os governos foram sempre gastando mais do que a economia permitia. Porque é nos tais seus milhões de pessoas do "partido-Estado" que os governos querem colher votos. E a sociedade vê com bons olhos o aumento das prestações sociais. Ou seja, é uma coisa que é feita pelos partidos com malandrice e que o eleitorado apoia, porque é social. E tudo o que é social é bem vindo."

" Se você vir a curva das despesas, verifica que a despesa foi crescendo na exacta medida das despesas sociais. Ou seja, o que cresce no conjunto é o que cresce nas despesas sociais. Isso não tem qualquer sustentabilidade. (...)
Vai ter de se cortar [nas pensões], não tenho dúvidas. O que se está a passar é uma burla. Os governos deviam avisar as novas gerações que daqui a 10, 15, 20 anos não há dinheiro para pagar as pensões, a saúde ou as escolas de hoje. Estas gerações deviam estar a ser avisadas para aforrar."

É este o discurso do PS actual ? Não é e nunca o foi e quem vota no PS quer isso mesmo que se nega a aceitar como evidência.

Para mim, é esta a principal razão daquelas intenções de voto, porque é o PS quem garante maior probabilidade de aldrabice, como até aqui tem feito com sucesso garantido. O Primeiro-Mentiroso não é punido por o ser. Pode fazer o que quiser na sua vida privada que ninguém o incomodará. Poderá mesmo ter problemas de freeports e faces ocultas que nada disso o afectará, com o povo que temos e vota em isaltinos e mesquitas machados. Um povo cínico e por vezes estúpido como o são as massas informes que se deslocam arrebanhadas. E há quem as saiba arrebanhar muito bem, como se confirma.

Portanto, o problema vai ser este que aqui fica numa imagem que vale mil palavras: quem ganhar as eleições vai dar com os burros na água porque quem governou até aqui nos conduziu ao charco.
E não vai conseguir pôr o país a crescer 3%, se forem os mesmos que precisamente o afundaram na recessão que atravessa. Esse discurso claro e aceite pela maioria, não passa nos media.
Portanto, se o PS ganhar, teremos desgraça nacional a breve trecho. Mas enquanto o pau vai e vem, folgam as costas do Mentiroso.
PS. O título do postal remete para uma entrevista com João Villalobos, no Expresso de hoje. Villalobos, diz o Expresso, é um consultor de comunicação e que costuma escrever no blog Albergue Espanhol e teve intervenção em fenómenos de comunicação recentes, como foi a publicidade ao licor Beirão, com Futre e o recente vídeo da Cãmara de Cascais, sobre Portugal e a Finlândia. [ nota apócrifa: o visado, João Villalobos esclareceu que nada teve a ver com o video e que o mesmo se deve à empresa Nextpower de que Rodrigo da Moita de Deus é também responsável. Fica a correcção.]

Na entrevista, Villalobos diz que os blogs, actualmente, estão a perder palco porque se tornaram um espaço de pregação aos convertidos.
Concordo inteiramente. Com uma nuance: nunca tiveram grande audiência. Nem precisam, aliás.

4 comentários:

lusitânea disse...

O que interessa é salvar o planeta.
http://www.rr.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=96&did=155215
A pretalhada do Norte e Centro está mais longe do que o Senegal...

JC disse...

Caro José:

Desculpe a expressão, mas eu estou-me a cagar para as sondagens

Sabe o resultado das últimas 3 sondagens da Marketest?

Foi este:

25-Mar 21-Abr 12-Mai
PSD 46,7 35 39,7
PS 24,5 36 33,4


Que credibilidade tem isto?

Para mim nenhuma.

E realço outra coisa:

Aquele última sondagem de 12 de Maio - de quinta feira, portanto - foi totalmente silenciada!

Ainda se pode ler aqui:

http://economico.sapo.pt/noticias/passos-coelho-e-portas-juntos-conquistam-maioria-absoluta_117870.html

Mas pouco ou nenhum realce teve.

Curioso que em vez de destacarem que o PSD ganha 6 pontos de avanço ao PS, sublinham que PSD e CDS juntos têm maioria absoluta.

Não é que sofra de psicose tipo teoria da conspiração, mas não tenho dúvidas de que os resultados das sondagens são manipulados, publicados e realçados conforme a conveniência dos xuxialistas.

E estou firmemente convicto que o PS vai levar grande banhada no dia das eleições.

João Villalobos disse...

Obrigado pela menção mas necessito de fazer uma ressalva: Nada tive a ver com o vídeo para os finlandeses. Esse foi feito pela Nextpower, empresa dirigida por outro bloguer, o Rodrigo Moita de Deus do 31 da Armada. Cumprimentos

josé disse...

João Villalobos:

O Expresso não é suficientemente claro naquilo que escreve e fiquei convencido que teria a sua participação.

O vídeo é uma pequena maravilha. Mesmo assim, o seu a seu dono.

o GRAsnar de António Costa