segunda-feira, 2 de maio de 2011

A sombra da vergonha


Um dos sinais mais preocupantes no panorama político recente é a recuperação de certas figuras pardas de um certo partido, no caso o PS.

Uma delas é Ferro Rodrigues, tacticamente afastado das lides políticas durante uns anos e regressado há meses para retomar a actividade política a que se julga com pleno direito. Ferro Rodrigues foi em tempos indiciado por vítimas da Casa Pia participante em factos vergonhosos no âmbito da Casa Pia e foi-o no respectivo processo. Tal como Jaime Gama. Tal como Paulo Pedroso, único acusado pelo Ministério Público.
Os três agiram judicialmente contra os vários acusadores. Perderam sempre os processos de difamação que intentaram e os considerandos dos respectivos acórdãos deviam ser suficientes para se afastarem de vez de todas as actividades políticas, apesar de haver mentecaptos a pensar ao contrário.
Mesmo assim não se descompuseram politicamente. E ninguém os descompôs. Os três vivem e sempre viveram à sombra da actividade política, de um partido político.

Paulo Pedroso tentou obter uma indemnização do Estado por ter estado preso preventivamente. A recente decisão do STJ, esmagou-lhe por agora as veleidades de se apresentar ao eleitorado, o que terá inviabilizado a apetência pelos holofotes do teleponto no recento congresso-comício.
Mas tal não sucedeu com Ferro Rodrigues. Este e os acólitos de partido acham que está tudo resolvido na opinião pública que é o que conta.
Quanto a Jaime Gama, é o próprio presidente da República Cavaco Silva quem o recupera politicamente sendo inclusivamente um candidato frustrado pelas circunstâncias para substituir o actual primeiro-ministro. Segundo o jornal i de hoje, tal hipótese foi seriamente considerada.

Há aqui qualquer coisa de moralmente doentio. E tem Cavaco como mentor o que ainda torna a doença mais estranha.

O psiquiatra das vítimas da Casa Pia, Álvaro de Carvalho, actual Coordenador nacional para a Saúde Mental em entrevista recente, dizia que "os ex-alunos não mentiram em tribunal". E disse mais: que as vítimas foram escolhidas a dedo para alguns Sombras poderem dizer depois que "poderiam estar a mentir"...

Não importa para o caso que interessa, saber se são culpados ou inocentes. Presumivelmente sê-lo-ão, como entenderem...e o que importa mesmo é saber se ainda assim têm direito a exposição pública em cargos de representação por nomeação ou eleição. Pessoas assim, com este passado assado, têm direito a figurar nos livros de registo de cargos públicos de nomeação política? Por mim, acho que não. A democracia não precisa destes génios e há muitos outros capazes de os substituírem com vantagens acrescidas.

Portanto, a pergunta que se impõe é esta: o presidente da República não terá o pingo de vergonha suficiente, nesta matéria, para não convocar politicamente, quem ficou seriamente assombrado deste modo?

A política é um exercício de voluntariado. Não é uma carreira nem sequer uma obrigação civil. Então porquê insistir em pessoas que se julgam insubstituíveis? Não há mais ninguém ou as várias maçonarias é que mandam em Portugal?

17 comentários:

Wegie disse...

De facto li com estupefacção um artigo da Filomena Mónica no Expresso a atirar esse barro à parede. Pelos vistos a intelligentsia ICS/ISCTE está apostada em criar o 1º Estado pedófilo do mundo.

miguel disse...

Não esquecer que o P. Asqueroso foi recebido em ombros naquela AR.
Só faltou a medalha.O Sampaio devia estar distraído a condecorar um costureiro qualquer.
A fauna que por lá campeia não parece incomodada com essa sombra que o título refere.

Lura do Grilo disse...

É a decadência total e global: perdeu-se tudo.

Pedro Marcos disse...

Leiam Albert Pike.

Está lá tudo

zazie disse...

Veja o correio, José.

Maria disse...

Se a falta de vergonha matasse, todos esses e muitos mais - os conhecidos e os AINDA desconhecidos e estes são muitos - já estavam mortos há várias décadas.
Maria

lusitânea disse...

Em Portugal o crime compensa!

Karocha disse...

É a total falta de valores!

Portas e Travessas.sa disse...

""Quanto a Jaime Gama, é o próprio presidente da República Cavaco Silva quem o recupera politicamente sendo inclusivamente um candidato frustrado pelas circunstâncias para substituir o actual primeiro-ministro. Segundo o jornal i de hoje, tal hipótese foi seriamente considerada.""

- É isso, que o Prof. José, ensina aos adultos da escola primária...so falta, as fotos, de Salazar, do Carmona e do crucifixo de Cristo.

- Está bem metida, sem dúvida

Óh José, foi Comandante de Castela da MP?

Streetwarrior disse...

"" Não há mais ninguém ou as várias maçonarias é que mandam em Portugal? ""

Nããã~...é impressão sua !!... ou em ultimo caso, uma teoriazita da conspiraçon !
Esses Srs nem mandam nada aqui, é tudo bons rapazinhos que se juntam para jantar e beber uns canecos, depois vestem um avental mas o que é estranho é que nunca é para lavar a loiça do Juntar, estranho, nunca percebi isso!

josé disse...

"Óh José, foi Comandante de Castela da MP?"

Não. Sou apenas militante da decência mínima na política.

A mínima...

josé disse...

É que me lembro bem do que disseram esses entalados sobre o caso ballet rose...e a esses, pelos vistos exigiam decência máxima.
Para estes novos ballets eles, a excepção já é a regra.

joserui disse...

"Para estes novos ballets eles, a excepção já é a regra."
É dança contemporânea! -- JRF

Portas e Travessas.sa disse...

Nao se ofenda - achei piada ao post...passei a manhã com sonoros risus, mas essa do Ballet, não tenho muito jeito...sou mais do tango e do roça roça.

È sempre um prazer de vir ao seu blog - acho que o José tem jeito para Pároco da minha diocese - as "ovelhinhas" tão a precisar de quem as oriente

Risus

zazie disse...

O fóssil aparvalhado foi dispensado da propaganda abrantina ou anda a baldar-se ao complemento da reforma.

Portas e Travessas.sa disse...

A Zazie, acertou em cheio - isso chama-se "olho clinico" - o Abrantes, despediu-me - teve que recorrer aos biscaites - ando a vender roupa na Feira do Relógio - quer mais? - não me queira mal por isso - não se esqueça, - Deus é Grande

Wegie disse...

Com a campanha eleitoral surgem aqui os inevitáveis idiotas úteis...